Teste do Pezinho

A triagem neonatal, mais conhecida como teste do pezinho, é um conjunto de exames laboratoriais realizados logo após o nascimento ou nas primeiras semanas de vida do bebê, sendo o período ideal entre o 3º e o 7º dia de vida, pois neste intervalo o recém-nascido já foi alimentado o suficiente para evitar falsos-negativos nas doenças dependentes de amamentação. Com um procedimento simples e rápido, é possível identificar precocemente doenças genéticas, metabólicas, endócrinas e infecciosas, que podem pôr em risco a vida ou prejudicar o desenvolvimento somático, neurológico ou psíquico do recém-nascido.

Qual a importância do diagnóstico precoce?

Identificar possíveis alterações, evitando atrasos no tratamento, podendo interferir no curso da doença, traçando tratamento específico que minimize ou elimine as sequelas associadas a cada enfermidade, proporcionando melhoria na qualidade de vida do bebê.

Como proceder em casos de resultados alterados?

Para qualquer resultado alterado sugere-se, a critério médico, repetição da análise em papel filtro ou outros materiais de acordo com a metodologia específica.

Por que repetir?

Interferentes como temperatura e umidade podem influenciar no resultado. Para alguns parâmetros analisados, considera-se a possibilidade de alterações transitórias. Fica a critério médico o acompanhamento clínico do paciente em conjunto com as análises laboratoriais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Outras postagens

alzheimer

Alzheimer

Alzheimer é uma doença neurodegenerativa progressiva que se manifesta apresentando deterioração cognitiva e da memória de curto prazo e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e

Leia mais »
Janeiro Roxo

Janeiro Roxo

A hanseníase é uma das doenças mais antigas da humanidade, porém, apesar de considerada rara, até os dias de hoje representa um problema de Saúde

Leia mais »

CFM orienta que médicos peçam exames de hepatites B e C, s

O médico deve orientar seus pacientes a realizarem os exames de hepatites B e C, sífilis e HIV. Este é foco da Recomendação nº 2/2016, aprovada pelo plenário do Conselho Federal de Medicina CFM) com o objetivo de ajudar no diagnóstico em tempo oportuno dessas doenças infectocontagiosas

Leia mais »

© 2020 Todos Direitos Reservados - Acerta Laboratório

Feito com  ❤️ pela Indexa Tecnologia

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossos sites, em serviços de terceiros e parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Acerta Laboratório  a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.