Você tem mais de 60 anos ?

Você Tem Mais de 60 Anos ?

Os exames de rotina preventivos são importantes em qualquer idade, mas para quem tem 60 anos ou mais, eles são fundamentais. Com o passar dos anos, o risco de doenças aumenta e são esses exames que ajudam a detectar problemas de saúde, logo no início, aumentando a chance de cura.
Lembrando que muitas doenças podem ser silenciosas, ou seja, não gerarem sintomas. Com isso, a única forma de detectar que algo não vai bem é por meio desses exames de rotina, que devem ser feitos de acordo com a periodicidade indicada pelo médico.


HEMOGRAMA

O hemograma auxilia na elucidação do estado geral da saúde como, por exemplo, casos de anemias, inflamações, infecções, hematomas, hemorragias, leucemias, síndromes (doenças hereditárias). Além de possibilitar o acompanhamento de algum tratamento que o idoso já esteja fazendo.


Perfil Lipídico


Também conhecido como lipidograma é o exame que permite acompanhar os níveis de colesterol no organismo. Por meio dele é possível acompanhar os níveis de colesterol LDL (“ruim”), colesterol HDL (“bom”), triglicerídeos e colesterol total de um paciente, possibilitando diagnosticar precocemente o surgimento de doenças cardiovasculares.

TSH

Com o passar dos anos, as chances de desenvolver um problema na tireoide aumentam, principalmente entre as mulheres. Durante a menopausa, as possibilidades de desenvolver uma doença autoimune, como a tireoidite crônica ou a tireoidite de Hashimoto são maiores, devido às alterações hormonais, como a do estrogênio. Medir o TSH frequentemente ajuda o médico a diagnosticar, ainda no início, possíveis casos de hipotireoidismo ou hipertireoidismo, que podem ser tratados com medicamentos.


Vitamina D, PTH e cálcio


A osteoporose é um problema comum na terceira idade e a dosagem de vitamina D e de cálcio podem indicar o início de algum problema ou, ainda, ajudar no acompanhamento de uma osteoporose ou osteopenia já conhecidas. Outro exame importante é o de PTH, que demonstra as quantidades do hormônio para tireoide. Esse hormônio é muito importante porque se relaciona com a absorção de vitamina D e cálcio pelos rins e intestinos. Um alto nível de PHT pode indicar que o cálcio não está sendo usado para fortalecer os ossos, por exemplo, demonstrando uma possível osteoporose.


Glicemia em jejum

O risco de diabetes aumenta consideravelmente a partir dos 45 anos. Por isso, calcular os níveis de açúcar no sangue é necessário para o diagnóstico precoce desta do doença. O exame de Glicemia em jejum  calcula esses níveis permitindo o acompanhamento da doença e a melhor forma de tratamento.

PSA


Junto do exame de toque retal, o PSA é extremamente importante para os homens com mais de 45 anos, já que ele pode indicar, precocemente, o câncer de próstata. Infelizmente, muitos homens ainda têm vergonha e até preconceito com esses exames, o que só aumenta os casos de câncer de próstata com complicações.


Ureia e creatinina


A Doença Renal Crônica (DRC) é uma epidemia silenciosa e atinge quase 200 milhões de pessoas no mundo. Esse percentual pode variar entre 30% e 50% em pessoas com mais de 65 anos, segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia. Os exames de ureia e creatinina ajudam a identificar disfunções renais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Outras postagens

Janeiro Roxo

Janeiro Roxo

A hanseníase é uma das doenças mais antigas da humanidade, porém, apesar de considerada rara, até os dias de hoje representa um problema de Saúde

Leia mais »

CFM orienta que médicos peçam exames de hepatites B e C, s

O médico deve orientar seus pacientes a realizarem os exames de hepatites B e C, sífilis e HIV. Este é foco da Recomendação nº 2/2016, aprovada pelo plenário do Conselho Federal de Medicina CFM) com o objetivo de ajudar no diagnóstico em tempo oportuno dessas doenças infectocontagiosas

Leia mais »

© 2020 Todos Direitos Reservados - Acerta Laboratório

Feito com  ❤️ pela Indexa Tecnologia